Inbound Marketing – Significado e como aplicar no seu negócio

Você sabe a diferença do marketing antigo para o novo marketing? Por que as marcas/empresas estão utilizando o Inbound Marketing nos seus negócios? Vem comigo nesse artigo que vou esclarecer tudo para você.

Antes de tudo vou explicar para você o que é marketing antigo, marketing novo e o que isso tem a ver com o título desse artigo.

O marketing velho/antigo/ultrapassado/tradicional, que chamamos no inglês de Outbound Marketing, está relacionado com a velha maneira de se fazer marketing. Melhor dizendo, a empresa/marca é que vai atrás dos clientes/consumidores. Ela que manda no pedaço!

O que existe no outbound marketing é o oferecimento direto para o cliente de um produto/serviço, sem despertar no mesmo nenhum interesse.

No novo tipo de marketing/atração, chamado na língua inglesa de Inbound Marketing, quem manda é o consumidor/cliente. Por que o consumidor é atraído pelos produtos/serviços da empresa/marca.

Rosana, não entendi nada! Calma!

O objetivo do Inbound Marketing é atrair o interesse dos consumidores, assim como fidelizá-los. Ou seja, o consumidor é quem vai atrás de você para comprar seu produto ou serviço, porque por algum motivo ficou interessado em você.

Então, o que é Inbound Marketing?

É esse novo tipo de marketing que visa atrair (por isso chamado de marketing de atração) o interesse das pessoas, assim como fidelizá-las para que estas comprem de você. Pode ser produtos ou serviços.

O inbound marketing tem sua origem nos Estados Unidos da América e começou a ganhar fama em 2009 com o lançamento de um livro. Hoje vem sendo aderido por muitas empresas e ganhando cada vez mais força no mundo dos negócios online e físicos.

Veja mais no Infográfico – 6 comparações entre um negócio online e um negócio físico

Antes que eu me esqueça, fiz um vídeo explicando o que é Inbound Marketing. Vou deixá-lo logo mais abaixo, caso você queira assistir!  😀 

Por que se diz que o consumidor é quem manda no Inbound Marketing?

Vou exemplificar para ficar melhor. Você alguma vez já pesquisou na internet antes de comprar algum produto/serviço?

Você riu agora porque lembrou que já fez isso não é mesmo?

Pois bem, hoje com a entrada da internet nas nossas vidas, tudo ou quase tudo que vamos comprar, damos antes aquela pesquisada básica no Google.  

Uma vez minha prima queria comprar uma cola para colar cílios postiços, mas não sabia qual era a melhor. Então, ela pegou o celular com internet e pesquisou no Google: “cola para cílios postiços”. Daí apareceu vários resultados.

google-inbound-marketing

Ela não só viu qual era a melhor, como leu depoimentos de alguns produtos com vantagens e desvantagens de cada um.

Depois dessa pesquisa a gente se sente mais aliviado, não é verdade?

Então, a internet já é tão presente na nossa vida que é importante que ela seja usada nos nossos negócios. Já parou para pensar? Por isso que quem manda são as pessoas. O marketing é seguido se acordo com as mudanças. Hoje, quem procura a empresa é o cliente.

O Inbound Marketing serve para todo tipo de negócio?

Todo negócio pode usar Inbound Marketing. É claro que todo negócio não deve utilizar da mesma forma, porém, o correto é adaptar esse novo tipo de marketing à empresa/marca.

Bom, existem as empresas que comercializam para outras empresas, chamadas de B2B (importadores, revendedores, fornecedores, distribuidores, outros). Elas podem ter vários benefícios se aplicar o Inbound Marketing. Como são grandes empresas, suas vendas podem bombar e crescer cada vez mais.

inbound-marketing-negocio

Existem também as empresas que comercializam para o consumidor final, ditas B2C (supermercados, por exemplos). Esse tipo de negócio trabalha com um público maior, obtém menos custos e, geralmente converte mais.

Independente de qualquer tipo de negócio, o foco é realizar as necessidades do seu público específico e criar conteúdos que gerem valor para eles.

Como aplicar no meu negócio

Todo negócio visa atingir um determinado nicho/público específico.

Exemplos: Nicho de ajudar gestantes a não engordar muito na gravidez, ajudar pessoas solteiras a fazer sua própria comida sem perder muito tempo, como cuidar de orquídeas, etc.

Existem diversos nichos, certo? O que você precisa estudar é como seu público pensa, quais interesses eles tem, quais são seus problemas, dúvidas, dores, etc. Entender bem o seu público específico é a ideia principal.

como-fazer-inbound-marketing

Depois disso, o passo seguinte é agir. Seu papel é ajudar essas pessoas criando conteúdo para elas. Você irá oferecer para elas conteúdos de valor, ou seja, criará materiais para ajudá-las a resolverem suas dúvidas/dores.

O conteúdo tem que fazê-las enxergar que você tem a solução para o problema delas. E a transformação/solução que elas querem está no seu serviço ou no seu produto. A compra é consequência.

A aplicação do Inbound Marketing para empresas B2B está focada em temas mais corporativos, visando chamar a atenção do usuário de como ele pode economizar, gerando mais lucros para a sua empresa, ou seja, conteúdos sobre lógica empresarial.

A aplicação do Inbound Marketing para empresas B2C está focada em gerar conteúdos relevantes sobre os benefícios do que será comprado, qual transformação esse produto fará na vida da pessoa e/ou mostrar resultados/depoimentos sobre o mesmo. Aqui o emocional conta muito na hora de criar seu material de divulgação.

Passo a passo do Inbound Marketing

Tudo que falei se resume em duas palavras que tem muito poder: marketing de conteúdo.

Percebeu que várias vezes mencionei a palavra “conteúdo”? Pois bem, tanto empresas B2B como B2C tem que produzir conteúdo focado nas necessidades dos seus clientes/futuros clientes.

O que é isso?

Marketing de Conteúdo meu amigo/minha amiga. Fazer conteúdos atrativos e atrair tráfego de qualidade para seu negócio é a chave do sucesso do seu negócio. E isso não é fácil. Produzir conteúdo de qualidade não é simples, mas também não é difícil.

Todo conteúdo que criará servirá para educar seus clientes/futuros clientes com relação ao seu negócio. O mesmo (seu negócio) será uma autoridade no seu nicho de mercado e isso irá persuadir as pessoas para a decisão de compra.

passo-a-passo-inbound-marketing

Antes de falar dos passos é muito importante ter um objetivo para realizar em um determinado período. Por exemplo: Quero que meu canal no YouTube atinja 100 inscritos esse mês.

Depois, identifique a sua persona/nicho, onde eles estão. Por exemplo: Em quais redes sociais eles gostam de estar, quais dores eles querem solucionar, etc.   

O primeiro passo é atrair. Aqui o trabalho é duro, diário e cansativo muitas vezes. Por isso é a principal etapa. A finalidade é criar algo exclusivo para seu público. Quem tem interesse no assunto, irá engajar e consumir muito nesse passo.

O segundo passo é conversão. O usuário tem que gerar lead para avançar no poder de compra. O mais interessante aqui é ter um site/blog com muitas visitas e boas conversões.

Você pode tornar seus usuários em leads criando ofertas diretas e indiretas. A oferta direta é aquela voltada para a compra, como: testes grátis e demonstrações de software. A oferta indireta visa educar e solucionar dores, tais como: entrega de ebooks e palestras gratuitas.

O passo 3 é de relacionamento. É importante se relacionar com as pessoas até que estejam preparadas para comprar.

O passo 4 é a venda. Por isso a produção de conteúdo é essencial, pois a cada etapa do processo de compra, absorvendo o conteúdo certo, chegará a hora dela comprar. 

O quinto passo é analisar. Uma das grandes vantagens do novo marketing é a capacidade de gerar métricas. É totalmente possível avaliar os resultados com precisão e confirmar em fatos os retornos dos investimentos.

Dessa forma o trabalho se torna mais inteligente e possível de se monitorar as ações realizadas. Seja em um blog, um post no Facebook, no seu canal no YouTube, outros.

Lembrando que é de suma importância o relacionamento com os clientes pós-venda. Não é só vender uma vez e “tchau”. Tem que continuar gerando valor para ele depois da venda também.

Onde colocar meu conteúdo?

Blog – ótima estratégia para o marketing de conteúdo. É preciso planejar os assuntos que irá colocar e trabalhar bem as etapas do funil de vendas. Com um blog você pode gerar mais autoridade no seu assunto e criar relacionamento com as pessoas que te acompanha.

Mídias Sociais/Redes Sociais – são ferramentas com a finalidade de compartilhamento de conteúdo. As mídias sociais ajudam no relacionamento de empresas/clientes ou futuros clientes, principalmente.  

SEO – melhora o posicionamento/classificação do seu conteúdo/blog/site nas primeiras páginas da web do Google nos resultados orgânicos. Com isso, as pessoas te encontrarão mais facilmente, aumentarão as oportunidades de você fazer negócios, pois a maioria das pessoas que pesquisam no Google, geralmente, só olham até a terceira página.

midias-sociais-estratégia-inbound-marketing

Email marketing – visa utilizar email como ferramenta de marketing para aquecer listas de contatos. Com ela você pode disparar campanhas de email marketing eficientes, melhorar a entrega dos emails, automatizar emails para as pessoas que se cadastram na sua página de captura, etc.

Vídeo Marketing – A tendência na internet são vídeos. Aconselho criar um canal no YouTube (gratuito), arrumar um cantinho na sua casa para gravar vídeo e distribuir seu conteúdo na internet. Não se preocupe se não souber de nada, eu também não sabia. Hoje tento melhorar meus vídeos sempre que posso.

Veja meu Minicurso Dê um “Boom nos seus vídeos” e aprenda como melhorar seus vídeos

Infográficos – É uma excelente ferramenta para você criar conteúdos atraentes. Sempre que posso faço artigos e coloco infográficos. Gera muito engajamento e sem falar que é mais fácil das pessoas compartilharem esse tipo de conteúdo.

Convido você a ver esse vídeo que gravei onde ensino a fazer infográfico no Canva. É super fácil de divertido!  😎 

Ebooks – Muita gente tem preguiça de ler, mas quando o conteúdo é interessante e gera valor para ela, a pessoa ler e absorve o conteúdo. Pode ser criado em vários formatos (PDF, doc, txt, etc), conter imagens e até gráficos. Use sua criatividade!

Algumas vantagens do Inbound Marketing no seu negócio

1 Aumento do tráfego no seu site ou blog

2 Aumentar a visibilidade do seu negócio

3 Criar conteúdos criativos e únicos

4 Otimizar o processo de vendas

5 É mais barato que o marketing velho

6 O retorno sobre o investimento é maior que 100%

7 Mensuração dos resultados

8 Foca na solução dos clientes

O que você viu nesse artigo

1 Então, o que é Inbound Marketing?

2 Por que se diz que o consumidor é quem manda no Inbound Marketing?

3 O Inbound Marketing serve para todo tipo de negócio?

4  Como aplicar no meu negócio

5 Passo a passo do Inbound Marketing

6 Onde colocar meu conteúdo?

7 Algumas vantagens do Inbound Marketing no seu negócio

 Se gostou, compartilha!

Se tiver algo a acrescentar deixe nos comentários, será muito bem vindo!

Um grande abraço,

Rosana Martins 😀 .

 

Avalie

Aqui é Rosana MartinsTrabalho em Casa Online e Quero Te Entregar um Presente Digital!

Rosana Martins

Rosana Martins

Sou Rosana Martins, tudo bem? Sei que a vida é curta por isso decidi colocar família em primeiro lugar, ter mais qualidade de vida e trabalhar em casa online! Também quero te ajudar! A vida faz mais sentido quando corremos atrás dos nossos SONHOS!

Website: http://sonhossemfim.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *