5 problemas gerados por filhos na ausência da família

Você sabia que a falta da presença da família na vida dos filhos podem causar alguns problemas? Pois é, esse é um dos meus maiores medos de quando for mãe e por isso decidi trabalhar em casa pela internet.

Minha vida sempre foi baseada em ver exemplos de pais e mães que trabalham fora e deixa o filho com alguém. Não estou dizendo que isso é errado ou certo, mas eu (Rosana) nunca quis essa realidade para mim.

Estudos confirmam que algumas famílias (pais e mães) estão esquecendo que são os únicos responsáveis pela formação dos filhos (caráter, personalidade, outros), ou pelo menos deveriam.

Infelizmente, na maioria das vezes por causa do trabalho, o pai e/ou a mãe não tem muito tempo de ficar com o filho (brincar e acompanhar a educação).

Muitos ainda pensam que educação é somente responsabilidade dos professores dentro da escola. Aí é que os pais se enganam. A base da educação vem de casa!

Até os 3 anos de idade a criança ainda não tem sua personalidade definida e a presença do pai e da mãe nessa fase é fundamental.

Se os pais não estão presentes nesse período o filho não sente a proteção que era para sentir. A criança fica sem norte, sem saber o que é certo e o que é errado e é aí que muitos traumas podem aparecer.

familia-trabalhar-em-casa

Quando os pais e mães não estão presentes devido ao excesso de trabalho (na maioria das vezes), sabe como os filhos adolescentes se sentem?

Sentem que sofreram traição pelos pais e que não são importantes. É claro que não são todos os pais que fazem isso, pois mesmo trabalhando fora de casa tem como sim ser presente na vida dos filhos.

Na fase da adolescência podem aparecer também alguns problemas. Não estou aqui dando uma de psicóloga e/ou pedagoga, só acho que os pais e mães deveriam se importar mais com a educação dos filhos.

Sei que isso é bem difícil quando a única alternativa é passar o dia todo fora de casa e chegar cansado. Afinal, sem o trabalho não tem como “sustentar a casa”.

Tirar um período do dia (quando se tem esse privilégio) ou pelo menos duas horas do dia para dar atenção aos filhos é o suficiente para ele sentir a importância que tem. E não é só estar dentro de casa de corpo, mas de ação.

Existem problemas que surgem pela ausência paterna e materna. A criança nasce e depende completamente da atenção do pai e da mãe.

Isso é indispensável para uma boa saúde emocional dos filhos. Não sou eu que estou dizendo, são os estudos.

Problema 1 – Agressividade/Mal comportamento

Sabe o que quer dizer o termo “filhos terceirizados”? São os filhos que são criados e educados por outras pessoas, como por exemplo, professores e babás. E isso é uma tendência que vem crescendo a cada dia, infelizmente.

familia-trabalhar-em-casa

Psicólogos relatam que o cuidado que a criança recebe nos primeiros anos de vida pode afetar a sua saúde emocional no futuro, além de outras coisas.

Crianças agressivas na escola, por exemplo, pode ser devido à ausência dos pais na sua rotina.

Outro dia li em um artigo que os pais de uma criança de quase dois anos tinham abandonado o próprio filho em uma creche, a ponto de nem conhecerem a criança direito.  O filho foi colocado na creche antes de completar 4 meses de vida e lá permanecia pela manhã cedo até à noite.

Ou seja, os pais muito preocupados em trabalhar para sustentar a casa, acabaram abandonando o próprio filho. O bom é que eles reconheceram o erro a tempo e passaram a se dedicar mais ao filho. A criança mudou o seu comportamento, de agressivo passou a ser afetivo.

Problema 2 – Redução do crescimento

Estudos mostram que crianças em situação de ausência dos responsáveis e carência de afeto têm o seu crescimento afetado. Seu sistema imunológico pode ser afetado sendo mais sujeito a doenças.

Problema 3 – Resfriados

Esse é um dos problemas mais comuns em crianças. Elas se tornam mais susceptíveis a ficarem resfriadas quando a mãe e/ou pai trabalham fora porque nenhum cuidado é como o cuidado da família, não é verdade?

As mamães que o digam… Elas são as que mais ficam com o coração apertado por ter que deixar o filho na mão de alguém e ter que sair para trabalhar fora.

Me perdoe você que é pai que está lendo esse artigo, mas na maioria das vezes é a mãe que passa a noite acordada com o filho doente e ainda tem que acordar cedo para ir trabalhar, cuidar de casa e do marido.

São GUERREIRAS! E por favor, cuide bem de suas mulheres!

Existem pais também que faz o papel das mães sim, esses também são de admirar!

Problema 4 – Obesidade

Olha, esse problema é bem comum também. Geralmente os pais que passam o dia todo fora de casa deixam o filho com a avó ou outro responsável.  E o que acontece? A alimentação, na ausência dos pais, muitas vezes fica incontrolável, se torna desregrada.

Não se sabe ao certo o que a criança come e como é a sua rotina alimentar.

É muito importante a prática de atividades físicas para esse tipo de problema.  E se as atividades forem realizadas juntamente com o pai e a mãe, melhor ainda, pois contribui para o bom vínculo familiar.

Problema 5 – Problemas emocionais

Quando não se recebe o carinho dos pais na infância, na adolescência o problema pode ficar mais sério. O adolescente simplesmente não consegue controlar suas emoções e pode ficar com uma personalidade fraca.

Outros problemas também podem acontecer, mas citei apenas esses.

O que quero deixar claro nesse artigo é que é possível trabalhar, não deixar nada faltar em casa, e ter tempo exclusivo para os filhos sem estar cansado, aborrecido e estressado.

familia-trabalhar-em-casa

Não necessariamente pais e mães que trabalham fora precisam terceirizar seus filhos, contanto que saibam aproveitar o tempo com as crianças para criar fortes vínculos e educar corretamente. Não deixar outras pessoas com a tarefa de cuidar e de se responsabilizar totalmente.

Como trabalhar em casa e conciliar casa, filhos e marido?

O segredo é… Organização. Não são todas as mulheres que apoiam essa ideia (trabalhar em casa), mas para quem sonha em ter o seu próprio negócio em casa, seja somente online ou não, é uma maravilha.

Não tem preço fazer o que se gosta e estar perto do seu filho quando o mesmo adoece. Sem falar que não precisa sair e pegar trânsito, chuva e gente mal humorada pelo caminho.

Existem muitas ideias para trabalhar em casa. No meu caso, por exemplo, trabalho em casa somente online como afiliada de produtos digitais.

Primeiro de tudo decida o que quer fazer e quantas horas irá se dedicar ao seu trabalho. Por exemplo, pela manhã você cuidará da casa e ficará com seu filho e à tarde trabalhará. À noite já seria um bom momento para você, seu filho e seu marido.

familia-trabalhar-em-casa

Separe um dia da semana para ficar somente com o seu marido, afinal não pode deixá-lo de lado totalmente, não é mesmo?

Quando se tem um bebê é um pouco mais difícil, mas não é impossível. Peça a ajuda de alguém. Por isso digo que montar uma rotina é tudo.

Trabalhar em casa também não é só maravilhas, vou te deixar bem claro. Vai haver dificuldades, preconceitos de pessoas mesquinhas ou que não entendem muito bem o que você faz, principalmente quando é um negócio online.

Ficar no computador várias horas do dia para algumas pessoas pode ser falta do que fazer, mas seja forte e nunca desista pelo que você quer de verdade. Acredite em você, no seu trabalho, estude e invista para que o seu negócio seja sempre elevado.

“O entusiasmo é a maior força da alma. Conserva-o e nunca te faltará poder para conseguires o que desejas”. (Napoleon Hill)

E aí, gostou? Então compartilha!

Se tiver algo a acrescentar deixe nos comentários, será muito bem vindo!

Um grande abraço,

Rosana Martins  😀 

 

 

Avalie

Deixe seu comentário!

Aqui é Rosana MartinsTrabalho em Casa Online e Quero Te Entregar um Presente Digital!

Rosana Martins

Rosana Martins

Sou Rosana Martins, tudo bem? Sei que a vida é curta por isso decidi colocar família em primeiro lugar, ter mais qualidade de vida e trabalhar em casa online! Também quero te ajudar! A vida faz mais sentido quando corremos atrás dos nossos SONHOS!

Website: http://sonhossemfim.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *